Σχόλια Αναγνωστών

Roncar Faz Mal?

João Pedro Duarte (2019-04-16)


mascara oronasalAlém da sonolência, o paciente, que acorda diversas vezes por causa do ronco, expõe déficit cognitivo, memória e concentração comprometidas, impaciência e irritabilidade", explica. É o especialista que vai avaliar a ocorrência e indicar o melhor tratamento. "Há circunstâncias em que uma pequena cirurgia ou cauterização podes definir um problema de obstrução nasal como um pólipo, por exemplo", diz Ribeiro. No entanto, claro, a apneia do sono é um dificuldade muito mais complicado que o descomplicado desconforto do ronco. Abaixo, como você vai ver, listamos alguns outros sintomas da doença que pouca gente conhece, contudo que conseguem acudir a diagnosticá-la mais rapidamente, evitando por isso uma série de dificuldades futuros. Qual o tratamento de apneia do sono? Se você descobre que sofre com o problema, a primeira coisa que você precisa se lembrar é que não existe tratamento sem diagnóstico.

O primeiro plano terapêutico é tentar apagar os fatores agravantes da SAOS. Evitar o emprego de bebidas alcoólicas, calmantes, relaxantes musculares e cigarro outras horas antes de dormir. Se essas medidas não forem suficientes, podes-se recorrer, ainda, ao exercício de próteses orais que evitam a queda da língua para trás, e aos CPAPs, máscaras especiais que mantêm pressão positiva e contínua a respeito as vias aéreas, evitando tua obstrução. Há situações, entretanto, em que cirurgias ou cauterizações se fazem necessárias para arrumar os elementos que geram a obstrução, como os que estão associados às alterações das amídalas e adenoides.

Pessoas que tentam, porém não podem dormir, conseguem construir quadros depressivos, dificuldades de memória e fadiga crônica. Mas, dificuldades pontuais pra dormir não são classificadas como insônia, explica o biomédico. Distúrbios do sono têm cura, notabilizam especialistas. No caso da insônia, Souza e Silva alerta pra credibilidade de diagnosticar se ela é causada por questões neurológicas ou por fatores externos. Medicações, como os antidepressivos, são capazes de mudar a arquitetura do sono e resultar em noites mal dormidas. No caso dos que sofrem de apneia, os médicos recomendam impossibilitar bebidas alcoólicas e sedativos, que relaxam a musculatura. Pros que não sofrem de distúrbios, é primordial transportar em consideração as horas recomendadas pra cada faixa etária e buscar proporcionar uma noite tranquila de sono. Algumas pessoas roncam e estima-se que em torno de trinta por cento a 50% da população ronca uma vez ou outra, de maneira significativa. Toda gente agora ouviu histórias aluguel de oxigênio portatil homens e mulheres cujo ronco pode ser ouvido quartos de distância de onde eles estão dormindo. Ronco desta magnitude podes causar diversos dificuldades, incluindo discórdia conjugal, distúrbios do sono e episódios de acordar no meio da noite em consequência a do seu próprio ronco. Porém, o ronco nem sempre é similar a AOS, às vezes é somente uma inconveniência social.

Se você ronca, claramente não foi o primeiro a saber. Porém, ao oposto do que se imagina, o som decorrente da vibração dos tecidos da região da faringe não torna vítimas só aqueles obrigados a acostumar com o ruído. Fábio Lorenzetti, diretor da Associação Brasileira de Otorrinolaringologia e Cirurgia Cérvico-Facial (ABORLCCF). Os pesquisadores acreditam que roncar e ter depressão podem ser razão ou resultância um do outro. Ou seja, as pessoas que roncam são depressivas, ou o ronco provoca depressão. Neste caso, a química do corpo vai se alterando durante os estágios do sono, e poderá transportar à apneia. De forma diferente, a apneia podes conduzir à depressão pela inexistência de sono. A depressão podes ser combatida com exercícios físicos, três vezes por semana, sugere um estudo publicado no jornal Jama Psychiatry. "Quando acontece, necessita-se avaliar a circunstância de cirurgia". Segundo Maura, as crianças apresentam superior suposição de roncar entre os 3 e 5 anos de idade, pelo motivo de esta fase é o pico de crescimento das glândulas citadas previamente. "É quando mais temos dificuldades com a chamada "carne esponjosa", depois de este período ocorre um involução dessas estruturas e o ronco tende a diminuir", explica a otorrinolaringologista. O ronco não podes ser visto como apenas um estrondo na hora de dormir. Por trás, podes estar a apneia do sono, no momento em que a respiração é interrompida e retomada muitas vezes, devido à obstrução respiratória.

Ronca", ele responde. "Você vai ter de contornar isto dentro de uma situação extrema. Meu corpo está pedindo, porém eu não irei tomar, não irei consumir. Essa é a proposta. Assim sendo, observo esse organismo reagindo, no entanto, em algum momento nesta trajetória, percebo que a minha mente neste instante aceitou que não vai comer. E, quando eu observo a minha barriga roncando e eu não reagindo mentalmente a este estímulo, o que ocorre é que a reação do organismo para. O não comer coloca o equilíbrio físico em risco.



ISSN: 1792-3024